GRATUITO

Junho a Agosto de 2022

programação

04/06 – sábado  |  são gonçalo do bação – itabirito/MG

16:00h – Palestra com Ronaldo Fraga

Local: Espaço do Grupo de Teatro São Gonçalo do Bação – Rua Nova, 52.

O nome da cantora Luiza Lara é uma homenagem ao compositor Tom Jobim, tão admirado por seus pais, especialmente sua mãe, que é pianista. Neste show, Luiza Lara resgata suas influências musicais e honra sua história ao interpretar clássicos de Tom Jobim em arranjos para piano e voz, ao lado do pianista Bernardo Rodrigues. No repertório, clássicos como Corcovado, Insensatez, Dindi, Águas de março, Chovendo na roseira, Wave e, claro, a música que dá nome ao show e à cantora: Luiza.

Local: Adro da Igreja de São Gonçalo.

05/06 – domingo  | ribeirão do eixo – itabirito/MG

15:00h – Roda de Conversa: Educação Afrocentrada

Local: Ribeirão do Eixo.

16:00h – Masterclass: Forja de Tambores a partir do Ferro

Local: Ribeirão do Eixo.

16:00h – Masterclass: Aula de Percussão e Tambores

Local: Ribeirão do Eixo.

“SambaPretoChoroJazZ” surgiu em 2014, quando os músicos Diego Fernandez e Cássio Marcelo fundaram a Banda “SambaPretoChoroJazZ: O Tributo a Chico Rei!”. Unindo o preto, samba, choro e jazz, musicalmente, resulta-se em um acontecimento social, artístico e estético. O grupo tem a sua essência rítmica e melódica inspirada nos tambores e batuques brasileiros, que revivem, misturam e recriam, em sua linguagem, a valiosa herança artística e musical da ancestralidade afro-brasileira. Músicas instrumentais, repertório variado e arranjos arrojados surpreendem os ouvintes, homenageando a figura emblemática de Galanga, o ex-escravo que voltou a ser Rei em Vila Rica de Ouro Preto/MG e proporcionou uma das maiores libertações de escravos no Brasil colonial. O Chico Rei do Reisado, do Congado. Cultura afro-brasileira de cunho religioso, artístico e musical.

Local: Ribeirão do Eixo.

07/06 – terça-feira  |  itabirito/MG

19:00h – Oficina de Capacitação do Setor Turístico – SENAC: Inovação no Turismo

Local: Complexo da Praça da Estação do Itabirito.

09/06 – quinta-feira  |  itabirito/MG

19:00h – Oficina de Capacitação do Setor Turístico – SENAC: Marketing Pessoal

Local: Complexo da Praça da Estação do Itabirito.

12/06 – domingo  |  miguel burnier/MG

15:00h – Roda de Conversa: Educação Afrocentrada

Local: Auditório da Gerdau.

16:00h – Masterclass: Forja de Tambores a partir do Ferro

Local: Atrás da Igreja do Sagrado Coração de Jesus.

17:00h – Masterclass: Aula de Percussão e Tambores

Local: Atrás da Igreja do Sagrado Coração de Jesus.

Amorina apresenta um show que mescla canções de seu dois projetos mais atuais,
Ipalọlọ e Calmaria. O primeiro traz uma pesquisa recente sobre uma linguagem
moderna, que une música eletrônica a elementos da música africana, afro-mineira,
brasileira e pop. E o segundo aposta em releituras de algumas de suas canções em
piano e voz. Acompanhada pelo pianista e beatmaker Lucas Ferrari, Amorina promete
um show que transita entre momentos de grande potência, energia e movimento com
canções dançantes e impactantes; e mergulhos intimistas, mas não menos intensos,
que evidenciam a poética de suas canções. Amorina é cantora, compositora e
produtora. Mulher, negra, LGBTQIA+, é uma das idealizadoras do Coletivo Mulheres

Criando e do Sonora – Festival Internacional de Compositoras, maior festival de música
feminina do mundo.

Local: Atrás da Igreja do Sagrado Coração de Jesus.

“SambaPretoChoroJazZ” surgiu em 2014, quando os músicos Diego Fernandez e Cássio Marcelo fundaram a Banda “SambaPretoChoroJazZ: O Tributo a Chico Rei!”. Unindo o preto, samba, choro e jazz, musicalmente, resulta-se em um acontecimento social, artístico e estético. O grupo tem a sua essência rítmica e melódica inspirada nos tambores e batuques brasileiros, que revivem, misturam e recriam, em sua linguagem, a valiosa herança artística e musical da ancestralidade afro-brasileira. Músicas instrumentais, repertório variado e arranjos arrojados surpreendem os ouvintes, homenageando a figura emblemática de Galanga, o ex-escravo que voltou a ser Rei em Vila Rica de Ouro Preto/MG e proporcionou uma das maiores libertações de escravos no Brasil colonial. O Chico Rei do Reisado, do Congado. Cultura afro-brasileira de cunho religioso, artístico e musical.

Local: Cortejo saindo atrás da Igreja até a frente da Igreja do Sagrado Coração de Jesus.

13/06 – segunda-feira  |  miguel burnier/MG

09:00h – Oficina de Pintura de Mural com artista plástica Bolinho

Local: Escola Municipal de Miguel Burnier.

14:00h – Oficina com Ronaldo Fraga sobre criação de ecobags e produtos culturais

Local: Centro Comunitário – Rua João Gonçalves, 76.

18:30h – Oficina de Capacitação do Setor Turístico – SENAC: Marketing Pessoal

Local: Auditório da Gerdau.

14/06 – terça-feira  |  miguel burnier/MG

18:30h – Oficina de Capacitação do Setor Turístico – SENAC: Empreendedorismo

Local: Auditório da Gerdau.

25/06 – sábado  |  moeda/MG

09:00h – Oficina de Capacitação do Setor Turístico – SENAC: Marketing Pessoal

Local: Camara de Vereadores.

15:00h – Oficina de Capacitação do Setor Turístico – SENAC: Empreendedorismo

Local: Camara de Vereadores.

02/07 – sábado  |  catas Altas/MG

15:00h – Roda de Conversa: Educação Afrocentrada

Local: Praça Monsenhor Mendes.

16:00h – Masterclass: Forja de Tambores a partir do Ferro

Local: Praça Monsenhor Mendes.

17:00h – Masterclass: Aula de Percussão e Tambores

Local: Praça Monsenhor Mendes.

18:00h – Pocket Show: Samba Preto Choro Jazz

Local: Praça Monsenhor Mendes.

09/07 – sábado  |  ouro branco/MG

15:00h – Roda de Conversa: Educação Afrocentrada

Local: Praça Santa Cruz, Centro.

16:00h – Masterclass: Forja de Tambores a partir do Ferro

Local: Praça Santa Cruz, Centro.

17:00h – Masterclass: Aula de Percussão e Tambores

Local: Praça Santa Cruz, Centro.

Os músicos Célio Balona – acordeon e a cantora Livia Itaborahy estão reunidos no palco para o pocket show “Latinoamérica”, trazendo em seu repertório canções consagradas de grandes compositores e cantores como Mercedes Sosa, Milton Nascimento, Astor Piazzolla, Dominguinhos, Luiz Gonzaga,Carlos Gardel e muitos outros ídolos da música latino-americana. Um encontro de três grandes artistas com o melhor da música latina. Entre as canções do repertório estão as canções Gracias a la vida, Oblivion, Encontros e
despedidas, El dia que me queiras, Asa Branca, La puerta, Lamento Sertanejo, Solamente una vez, Perfidia, Explode Coração e muitas outras.

Local: Casarão – Praça Santa Cruz, Centro.

“SambaPretoChoroJazZ” surgiu em 2014, quando os músicos Diego Fernandez e Cássio Marcelo fundaram a Banda “SambaPretoChoroJazZ: O Tributo a Chico Rei!”. Unindo o preto, samba, choro e jazz, musicalmente, resulta-se em um acontecimento social, artístico e estético. O grupo tem a sua essência rítmica e melódica inspirada nos tambores e batuques brasileiros, que revivem, misturam e recriam, em sua linguagem, a valiosa herança artística e musical da ancestralidade afro-brasileira. Músicas instrumentais, repertório variado e arranjos arrojados surpreendem os ouvintes, homenageando a figura emblemática de Galanga, o ex-escravo que voltou a ser Rei em Vila Rica de Ouro Preto/MG e proporcionou uma das maiores libertações de escravos no Brasil colonial. O Chico Rei do Reisado, do Congado. Cultura afro-brasileira de cunho religioso, artístico e musical.

Local: Casarão – Praça Santa Cruz, Centro.

10/07 – domingo  |  ouro branco/MG

09:00h – Oficina com Ronaldo Fraga sobre a criação de ecobags e produtos culturais

Local: Instituto Vem Ser – Rua Santo Agostinho, Centro.

11/07 – terça-feira  |  ouro branco/MG

19:00h – Oficina de Capacitação do Setor Turístico – SENAC: Inovação no Turismo

Local: Instituto Vem Ser – Rua Santo Agostinho, Centro.

12/07 – quarta-feira  |  ouro branco/MG

19:00h – Oficina de Capacitação do Setor Turístico – SENAC: Marketing Pessoal

Local: Instituto Vem Ser – Rua Santo Agostinho, Centro.

16/07 – sábado  |  Congonhas/MG

14:00h – Roda de Conversa: Educação Afrocentrada 

Local: Museu de Congonhas – Espaço Multiuso, Alameda Cidade Matozinhos de Portugal, 77.

15:00h – Masterclass: Forja de Tambores a partir do Ferro 

Local: Museu Congonhas – Espaço Multiuso, Alameda Cidade Matozinhos de Portugal, 77.

16:00h – Masterclass: Aula de Percussão e Tambores

Local: Museu Congonhas – Espaço Multiuso, Alameda Cidade Matozinhos de Portugal, 77.

17:00h – Palestra com Ronaldo Fraga

Local: Museu Congonhas – Espaço Multiuso, Alameda Cidade Matozinhos de Portugal, 77.

A pianista e cantora Glaw Nader apresenta “Oríkì”, um show híbrido de música instrumental e de canção. Ao reunir os dois tipos de repertório, o show destaca a música como linguagem artística capaz de integrar musicistas e público, sem se prender em classificações. Glaw Nader é uma mulher artista negra e o projeto artístico da sua carreira é reverenciar a música negra e contribuir para que a narrativa dela seja feita pelos próprios artistas negros. O repertório do show privilegia a música afrodiaspórica contendo composições de Glaw Nader e releituras de obras consagradas de artistas tão importantes para o país quanto Baden Powell, Moacir Santos, Milton Nascimento entre outros, a fim de destacar a musicalidade afrobrasileira.

A apresentação é um convite pra nos lembrar como a arte pode nos unir como sociedade e nos ajudar a contar
uma história diferente de agora em diante.

Local: Anfiteatro do Museu Congonhas – Alameda Cidade Matozinhos de Portugal, 77.

“SambaPretoChoroJazZ” surgiu em 2014, quando os músicos Diego Fernandez e Cássio Marcelo fundaram a Banda “SambaPretoChoroJazZ: O Tributo a Chico Rei!”. Unindo o preto, samba, choro e jazz, musicalmente, resulta-se em um acontecimento social, artístico e estético. O grupo tem a sua essência rítmica e melódica inspirada nos tambores e batuques brasileiros, que revivem, misturam e recriam, em sua linguagem, a valiosa herança artística e musical da ancestralidade afro-brasileira. Músicas instrumentais, repertório variado e arranjos arrojados surpreendem os ouvintes, homenageando a figura emblemática de Galanga, o ex-escravo que voltou a ser Rei em Vila Rica de Ouro Preto/MG e proporcionou uma das maiores libertações de escravos no Brasil colonial. O Chico Rei do Reisado, do Congado. Cultura afro-brasileira de cunho religioso, artístico e musical.

Local: Anfiteatro do Museu Congonhas – Alameda Cidade Matozinhos de Portugal, 77.

18/07 – segunda-feira  |  congonhas/MG

15:00h – Oficina de Capacitação do Setor Turístico – SENAC: Inovação no Turísmo

Local: Auditório da Romaria.

19/07 – terça-feira  |  congonhas/MG

15:00h – Oficina de Capacitação do Setor Turístico – SENAC: Marketing Pessoal

Local: Auditório da Romaria.

EM BREVE MAIS INFORMAÇÕES SOBRE A PROGRAMAÇÃO DE OURO PRETO E BELO HORIZONTE

30/07 – sábado  |  ouro preto/MG

14:00h – Roda de Conversa: Educação Afrocentrada 

Local: Casa de Cultura Negra.

15:00h – Masterclass: Forja de Tambores a partir do Ferro 

Local: Casa de Cultura Negra.

15:00h – Masterclass: Aula de Percussão e Tambores

Local: Casa de Cultura Negra.

“SambaPretoChoroJazZ” surgiu em 2014, quando os músicos Diego Fernandez e Cássio Marcelo fundaram a Banda “SambaPretoChoroJazZ: O Tributo a Chico Rei!”. Unindo o preto, samba, choro e jazz, musicalmente, resulta-se em um acontecimento social, artístico e estético. O grupo tem a sua essência rítmica e melódica inspirada nos tambores e batuques brasileiros, que revivem, misturam e recriam, em sua linguagem, a valiosa herança artística e musical da ancestralidade afro-brasileira. Músicas instrumentais, repertório variado e arranjos arrojados surpreendem os ouvintes, homenageando a figura emblemática de Galanga, o ex-escravo que voltou a ser Rei em Vila Rica de Ouro Preto/MG e proporcionou uma das maiores libertações de escravos no Brasil colonial. O Chico Rei do Reisado, do Congado. Cultura afro-brasileira de cunho religioso, artístico e musical.

Local: Casa de Cultura Negra.

18:00h – Palestra com Ronaldo Fraga

Local: Auditório Casa de Gonzaga – Rua Cláudio Manuel, 61.

O músico Wagner Faria apresenta canções instrumentais de sua discografia em especial do seu mais recente álbum “Sobrevivente”, lançado em fevereiro de 2022. O disco conta com uma formação inédita minimalista em duo, com Vagner Faria no baixo e Renato Saldanha nos violões e guitarra. Além de proporcionar uma sonoridade até então não utilizada pelo compositor o formato em duo possibilita uma maior transparência nas composições.

Local: Auditório Casa de Gonzaga – Rua Cláudio Manuel, 61.

01/08 – segunda-feira  |  ouro preto/MG

19:00h – Oficina de Capacitação do Setor Turístico – SENAC: Marketing Pessoal

Local: Auditório Casa de Gonzaga – Rua Cláudio Manuel, 61.

03/08 – quarta-feira  |  ouro preto/MG

19:00h – Oficina de Capacitação do Setor Turístico – SENAC: Inovação no Turísmo

Local: Auditório Casa de Gonzaga – Rua Cláudio Manuel, 61.

TUDO É JAZZ

apresentação
produção
apoio
patrocínio
realização